Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/28448
Título: O empreendimento modular como ferramenta de gerenciamento de projetos estratégicos da Marinha do Brasil: possibilidades e limitações: obtenção de Navios Patrulha de 500 t.
Orientador(es): Moreira, Artur Luiz Santana
Autor(es): Bôas, Giancarllo Fonsseca Villas
Palavras-chave: Administração - princípios
Administração de empresas
Gestão executiva
H3 - POLÍTICA E ESTRATÉGICA (DGPM-305)
Amazônia Azul - Brasil
Gerenciamento de projetos
Data do documento: 2014
Editor: EGN
Descrição: Monografia apresentada à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para conclusão do Curso de Política e Estratégia Marítimas.
Inclui bibliografia.
A característica marítima do país se torna explícita pelo tamanho do litoral e das águas sob jurisdição nacional. Com a possibilidade de chegar ao total de 4,5 milhões de quilômetros quadrados, uma área equivalente à da Amazônia Legal, é uma região sem fronteiras físicas onde somente a presença da Marinha do Brasil pode representar os interesses do Estado. Esta imensa área, denominada Amazônia Azul, possui riquezas que podem despertar interesses alheios. A Marinha do Brasil deve estar preparada para proteger os interesses do Estado brasileiro no mar. A Estratégia Nacional de Defesa é um documento de alto nível, que apresenta diretrizes para o preparo das Forças Armadas. Cumprindo essas diretrizes a Marinha preparou um plano para articular e equipar a Força. Desse plano foram definidos sete projetos, considerados estratégicos, para permitir à Marinha cumprir suas tarefas básicas, tantos as inerentes ao Poder Naval, quanto as inerentes à Autoridade Marítima. São grandes projetos com alto nível de complexidade, elevados valores financeiros e de duração prolongada. Um desses projetos contempla como meta parcial, a construção de 20 Navios - Patrulha de 500 toneladas de deslocamento. Nos dias atuais, núcleos de conhecimento de gerenciamento de projetos se desenvolveram pelo mundo. A Marinha possui um processo de obtenção de navios bem detalhado, que inclui uma ferramenta chamada Empreendimento Modular. Um projeto como este pode usar esta ferramenta como ela se apresenta? Há possibilidades ou limitações para tal?
Abstract: The maritime character of the country is made explicit by the size of the coastline and the waters under national jurisdiction. There is a possibility to rise until a total of 4.5 million square kilometers, an area equivalent to the Legal Amazon land area. This is a region, without physical boundaries, where only the presence of the Brazil ian Navy can represent the interests of the State. This vast area, called Blue Amazonia ®, has wealth that can wake foreign interests. The Brazilian Navy must be prepared to protect the Brazilian’s State interests in the sea. The National Defence Strategy is a high level directive that provides guidelines for the preparation of the Military Forces. Complying with these guidelines the Navy prepared a plan to improve the operational capacity. From this plan, seven projects considered strategic, have been defined to allow the Navy to fulfil the tasks concerned the Naval Power and the Maritime Authority. It’s a large projects group with high complexity, high financial values and long term. One of these projects includes as partial target, the procurement of 20 patrol ships of 500 tons displacement. Nowadays, core knowledge of project management developed around the world. The Navy has a highly detailed process ships for obtaining, which includes a tool called Modular Enterprise. A project like this can use this tool as it presents itself? There are possibilities or limitations for this?
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/000004/0000042e.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/28448
Aparece nas coleções:Administração: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
0000042e.pdf761,43 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.