Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/28456
Título: A validade dos conceitos de estratégia, arte operacional na realização de operações militares no seculo XXI: a importância da estratégia operacional na realização de Operações Militares Conjuntas pelas Forças Armadas Brasileiras: lições aprendidas com a Guerra das Malvinas
Autor(es): Ricciari, Alexandre dos Reis
Palavras-chave: Administração de empresas
Planejamento estratégico
Estratégia militar
Forças armadas
Malvinas, Guerra das, 1982
Data do documento: 2012
Editor: EGN
Descrição: Monografia apresentada à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para conclusão do Curso de Política e Estratégia Marítimas.
A história dos conflitos recentes tem demonstrado que normalmente as Forças Armadas serão empregadas, em conflitos armados, de maneira conjunta em detrimento das operações singulares. Neste contexto, a sinergia dos meios das Forças Armadas e a convergência de esforços tornam-se importantes para que seja obtido o máximo rendimento de todos os meios das forças disponíveis. A análise da Guerra das Malvinas nos traz elementos consideráveis para a compreensão da importância dos níveis de decisão empregados para condução de uma crise e da importância do conjunto teórico de nominado estratégia operacional. As lições aprendidas com a Guerra das Malvinas também devem ser consideradas para uma nova concepção doutrinária de emprego conjunto das Forças Armadas brasileiras, para a aquisição dos novos sistemas de armas, que deverão ter a necessária interoperabilidade entre as forças. Os conceitos da estratégia operacional, fundamentais para as operações conjuntas, são analisados com o objetivo de estudar sua aplicabilidade pelas Forças Armadas brasileiras na metodologia do planejamento conjunto das operações militares futuras. Este trabalho procura apresentar a importância do nível operacional nas operações militares conjuntas, utilizando-se de experiência concreta da Guerra das Malvinas.
The history of recent conflicts has generally shown that the Armed Forces will be employed in a joint manner as a replacement for singular use. In this context, the synergy of the Armed Forces’ means and the convergence of its efforts become important for maximum efficiency of all means of available forces. The analysis of the Falklands War brings considerable elements for understanding the importance of decision-making levels used to conduct a crisis and the importance of the theoretical set called operational strategy. Lessons learned from the Falklands War should also be considered to design a new set of doctrinal employment of the Brazilian Armed Force s, for the acquisition of new weapons systems, which should have the necessary interoperability among forces. The elements of operational strategy, key concept for joint operations are analyzed with the objective of studying its applicability for the Brazilian Armed Forces in the methodology of the joint planning of future military operations. This paper aims to present the importance of the operational level in joint military operations, using the concrete experience of the Falklands War.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/000005/000005f5.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/28456
Aparece nas coleções:Administração: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000005f5.pdf504,44 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.