Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/29428
Título: Impactos econômicos, ambientais e operacionais em sistemas slow steaming e motores com injeção eletrônica
Orientador(es): Carneiro, Luiz Otavio Ribeiro
Autor(es): Rossi, Karem Monique
Palavras-chave: Diesel
Motor à diesel
Motores diesel
Motores diesel e semi-diesel
Motores diesel marítimos
Impacto ambiental
Data do documento: 2015
Editor: Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA)
Descrição: Com as crises na área petrolífera e o grande aumento do preço do combustível marítimo ao longo dos últimos anos, grandes armadores optaram por buscar soluções que resultassem em viabilidade econômica do consumo de combustível, sem que houvesse prejuízos com manutenções e rendimentos dos motores, assim como, atendimento ao cliente com entrega de sua carga, dessa necessidade, passaram a operar seus navios com velocidade reduzida e consequente carga parcial do motor. A fim de demonstrar a eficiência de motores com essa velocidade reduzida, deu-se o uso do sistema chamado SLOW STEAMING, verificando seus impactos econômicos e ambientais por embarcações que operam na área da cabotagem brasileira. Pode-se dizer que quanto mais combustível usado, mais CO 2 emitido. Nota-se que dessa necessidade, os navios começaram a ser fabricados com motores e sistemas de propulsão de tamanhos reduzidos e já preparados para funcionar em velocidades mais lentas, permitindo ainda a redução do tamanho do navio e aumentando espaços de carga e economia de combustível, visando sempre à lucratividade. Procurando aperfeiçoar o desempenho econômico de navios nesses tempos difíceis devido aos altos preços de Bunker (combustíveis) e baixas taxas de fretes, criar maior ênfase sobre considerações ambientais não afetando a operacionalidade de motores e suas manutenções, o Sistema Slow Steaming e Motores Diesel com Injeção Eletrônica estão cada vez mais presentes no meio marítimo.
Abstract: With the crisis in the oil sector and the large increase in the price of marine fuel over the last few years, major shipowners have chosen to seek solutions that resulted in economic feasibility of fuel consumption, with no losses with maintenance and income of engines, as well as, customer service with delivery of your cargo, this need, began operating their ships with reduced and consequent engine part-load speed. In order to demonstrate the efficiency of engines with this reduced speed, gave up using the system called SLOW STEAMING, checking their economic and environmental impacts by vessels operating in the area of the Brazilian cabotage. It can be said that the more fuel used, the more CO 2 emitted. Note that if this need, vessels began to be manufactured with reduced sizes of engines and propulsion systems and already designed to operate at slower speeds, allowing further reduction in the size of the vessel and cargo spaces and increasing fuel economy, always aiming to profitability. Seeking to improve the economic performance of ships in these difficult times due to high Bunker prices (fuel) and low freight rates, create greater emphasis on environmental considerations do not affect the operation of engines and their maintenance, System Slow Steaming and Diesel Engines Eletronics Injectrion System are increasingly present in the marine environment.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/000007/000007bf.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/29428
Aparece nas coleções:Engenharia Naval: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso
Sistemas de Armas: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000007bf.pdf1,49 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.