Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/29948
Título: A política de manutenção de meios :necessidade de se adequar a capacitação dos órgãos técnicos doSistema de Abastecimento da Marinha para se obter uma maior eficiência do processo de manutenção regulamentado pela Política de Manutenção de Meios /Ricardo Alves Gomes
Orientador(es): Moreira, Nilson da Silva 0rient.
Autor(es): Gomes, Ricardo Alves
Palavras-chave: assuntos militares em geral
ciência militar
B - ADMINISTRAÇÃO (DGPM-305)
Apoio logistico naval
Manutenção
Data do documento: 2016
Editor: Rio de Janeiro:EGN,
Descrição: EGN:Orientador : Nilson da Silva Moreira
Tese apresentada à Escola de Guerra Naval, como requisito parcial para a conclusão do Curso de Política e Estratégia Marítimas
Inclui bibliografias
O Brasil precisa dispor de uma Poder Naval compatív el com o nível de defesa nacional exigido por sua grandeza geoestratégica, suas rique zas naturais e suas pretensões junto ao concerto das nações. Para alcançar tal objetivo, de ntro de um continuado cenário de restrições orçamentárias, a Marinha do Brasil (MB) precisa aum entar o grau de eficiência do processo de manutenção de seus meios navais e, com isso, alc ançar o máximo de disponibilidade e confiabilidade desses últimos, com os escassos recu rsos alocados para tal fim, ou seja, atingir a melhor relação custo-benefício possível. O citado processo de manutenção, por sua vez, precisa ser entendido como um complexo problema log ístico, posto que, para a condução eficaz e eficiente das atividades de manutenção, fa zem-se indiscutivelmente necessários, em quantidade e qualidade adequadas e no local e momen to demandados, diversos recursos humanos e materiais. Dessa forma, não se pode falar de manutenção efetiva, eficaz e eficiente sem a existência de um apoio logístico com essas me smas características. Nesse contexto, emerge a importância do Apoio Logístico Integrado ( ALI), mundialmente reconhecido como um processo que visa planejar e orientar a aplicaçã o de um apoio logístico efetivo (incluindo a manutenção) para um novo meio ou sistema, durante t oda sua vida útil, com base nos resultados de estudos, complexos e detalhados, dos aspectos logísticos envolvidos e, com isso, alcançar o máximo de disponibilidade do equipamento ou sistema, com o mínimo possível de custos de operação e de manutenção. O esforço da MB , para implementar de forma efetiva o ALI, conta com o envolvimento de vários setores e O rganizações Militares, dentre os quais destacam-se as Diretorias Especializadas (DE), pela quantidade e importância das tarefas a elas atribuídas nessa empreitada. Entretanto, essas DE vem demonstrando que ainda não encontram-se estruturadas e capacitadas, qualitativ a e quantitativamente, para conduzir suas mencionadas tarefas, de forma efetiva e eficiente, impactando negativamente a qualidade e eficiência do processo de manutenção. Conclui-se, e ntão, que a MB precisa investir na capacitação dessa DE, se deseja atingir um processo de manutenção, de fato, efetivo e eficiente. Tal investimento deverá se focar na capa citação técnica do pessoal, mediante a realização de cursos extra MB, com ênfase nos métod os, ferramentas e segmentos da engenharia, empregados no processo de ALI; na capac itação gerencial desse mesmo grupo, em especial na área de gestão do conhecimento, a fi m de evitar a perda desse último e das experiências acumuladas ao longo do tempo; na contr atação, por tarefa por tempo certo, de engenheiros militares da reserva remunerada, a fim de aproveitar suas experiências e mitigar a perda de pessoal qualificado observada nos últimos anos; e na promoção de intercâmbio entre o pessoal das DE e grupos que detenham cultura e qu alificação na área de ALI.
Abstract: Brazil needs to have a naval power compatible with national defense level required by its geostrategic greatness, its natural resources and i ts claims with the concert of nations. To achieve this goal, within a continued backdrop of b udget constraints, the Brazilian Navy (BN) need to increase the degree of efficiency of the pr ocess of maintaining its naval and thereby achieve maximum availability and reliability of the latter, with scarce resources allocated for this purpose, and then, to achieve the best value f or money possible. The aforementioned process of maintaining, in turn, must be understood as a complex logistical problem, since, for the effective and efficient conduct of maintenance activities, make up arguably required in adequate quantity and quality and the place and tim e defendants, many human and material resources. Thus, one can not speak of effective, ef ficient and effective maintenance without the existence of a logistical support with the same characteristics. In this context, emerges the importance of Integrated Logistics Support (ILS), r ecognized worldwide as a process that aims to plan and guide the implementation of an eff ective logistical support (including maintenance) for a new medium or system throughout its life, with based on the results of studies, complex and detailed, the logistics involv ed and thereby achieve maximum availability of the equipment or system with minima l operating and maintenance costs. The effort of the BN, to implement effectively the ILS, has the involvement of various sectors and Military Organizations, among which we highlight th e Specialized Directors (SD), the amount and importance of the tasks assigned to them in thi s endeavor. However, these SD has demonstrated that not yet are structured and traine d, qualitatively and quantitatively, to conduct their these tasks effectively and efficient ly, negatively impacting the quality and efficiency of the maintenance process. It follows, then, that the BN needs to invest in training this SD, whether to achieve a maintenance process, in fact, effective and efficient. Such investment should focus on the technical staff trai ning, by carrying out extra courses BN, with emphasis on methods, tools and engineering segments employed in ILS process; in the management capability of the same group, especially in the field of knowledge management, to avoid the loss of the latter and experience accu mulated over time; in hiring, by task for a time, military engineers paid reservation in order to draw upon their experiences and mitigate the loss of qualified personnel observed in recent years; and promoting exchange among the staff of the SD and groups that own culture and qua lification in ILS area.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br:8080/pergamumweb/vinculos/000013/000013d8.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/29948
Aparece nas coleções:Estudos Militares: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000013d8.pdf1,31 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.