Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/451544
Título: Aspectos e impactos ambientais relacionados ao derramamento de óleo por embarcações mercantes
Orientador(es): Santos, Marcelo Muniz
Autor(es): Araujo, Sergio Escobar
Palavras-chave: Poluição marinha por óleo
Poluição por óleo
Poluição de óleo em rios, portos, etc.
Derramamento de óleo
Data do documento: 2015
Editor: Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA)
Descrição: A frota Mercante Mundial, segundo dados do Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima -SYNDARMA de 2014, atualmente, é composta de 47.601 navios comerciais com bandeira de registro em operação e a frota mundial atingiu 1689milhões de dwt (dead weight tonnage), distribuída por cerca de 150 países e tripulada por milhões de homens do mar das mais diversas nacionalidades. A navegação é talvez o melhor exemplo de globalização já visto, navios projetados e construídos numa determinada nação, sendo tripulados por marítimos de diversos outros países, muitas vezes arvorando bandeiras de outra nacionalidade. Entretanto, devem-se frisar os perigos que estão por trás desse comércio e suas consequências. É neste sentido que este trabalho tem como objetivo apresentar uma visão geral dos elementos que compõem o risco da navegação relacionado à poluição dos mares, tendo o navio como aspecto gerador dos impactos ambientais, mais especificamente, em se tratando de poluição por derramamento de óleo. Dessa maneira,deseja-se mostrar a embarcação com o enfoque de fonte poluidora, apresentando casos, a legislação por trás de cada operação e procedimento, amaneira como acontecem os acidentes,os planos de contingência, etc. Quando falamos nos petroleiros e navios químicos,logo vem à tona imagens como o Exxon Valdez banhando o Alasca com aquela mancha que até hoje apresenta impactos ao meio ambiente naquela localidade, destruindo fauna e flora num espetáculo aterrador de sangue e óleo. Mas o que é desconhecido do grande público são as diversas ferramentas desenvolvidas ao longo de tantas milhas navegadas. São convenções e acordos internacionais que resultaram em regulamentações de leis e normas que promovem a segurança de bordo e o aperfeiçoamento da prevenção de acidentes que possam resultar em impactos ao ambiente marinho, o que será, também, apresentado nesse trabalho. As mudanças são bem claras nos últimos anosa bordo e variam desde a implantação de novos equipamentos e treinamentos para os tripulantes até alterações significativas nos projetos navais. A globalização e a demanda cada vez maior de bens tem no transporte marítimo internacional o termômetro da voracidade do consumismo, que além dos ditos bens, consome cada vez mais os oceanos. Deseja-se acreditar que o esforço da comunidade marítima internacional aliado à conscientização da sociedade possa garantir navios mais seguros e mares mais limpos e a certeza de podermos navegar em direção a um futuro sustentável.
Abstract: The World Merchant fleet, according to the National Union of Maritime Navigation Companies –Syndarma,2014, currently consists of 47 601 commercial ships registered with flag in operation and the worldwide fleet has reached 1689 million dwt (dead weight tonnage), distributed for about 150 countries and manned by millions of seamen from various nationalities. Navigation is perhaps the best example of globalization ever seen, designed and built ships in a particular nation, being manned by seafarers from several other countries, often flying other national flags. However, one must point out the dangers that are behind this trade and its consequences.In this sense, this work aims to present an overview of the elements of the risk of shipping related to pollution of the seas, and the ship looks like generator of environmental impacts, more specifically, in the case of oil spill pollution. In this way, you want to show the vessel to the polluting source approach, presenting cases legislation behind each operation and procedure, how accidents happen, contingency plans, etc.When we talk about the oil and chemical tankers, comes up images like the Exxon Valdez bathing Alaska with that spot that today has impacts on the environment in that area, destroying fauna and flora in a terrifying spectacle of blood and oil.But what is unknown to the public are the various tools developed over many miles navigated. They are international conventions and agreements that resulted in regulations of laws and regulations that promote safety on board and improving the prevention of accidents that may result in impacts to the marine environment, which will also be presented in this paper. The changes are quite clear in recent years on board and range from the deployment of new equipment and training for the crew to significant changes in naval projects.Globalization and the increasing demand for goods is international shipping thermometer the voracity of consumerism, which in addition to the said goods, increasingly consumes the oceans. You want to believe that the effort of the international maritime community together with the awareness of society to ensure safer and cleaner seas ships and sure we can navigate toward a sustainable future.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/00000b/00000b8f.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/451544
Aparece nas coleções:Multidisciplinar: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
00000b8f.pdf979,12 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.