Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843212
Título: Hidrocarbonetos alifáticos e policíclicos aromáticos totais em sedimentos da Baía de Sepetiba/RJ
Orientador(es): Cordeiro, Renato Campello
Autor(es): Thomazelli, Fernanda Freyesleben
Palavras-chave: Hidrocarbonetos - Sepetiba, Baía de (RJ)
Sedimentos (Geologia) - Sepetiba, Baía de (RJ)
Compostos orgânicos - Sepetiba, Baía de (RJ)
K - HIDROGRAFIA E NAVEGAÇÃO (DGPM-305)
K3 - GEOFÍSICA E GEOLOGIA (DGPM-305)
Data do documento: 2005
Editor: Universidade Federal Fluminense (UFF)
Descrição: A Baía de Sepetiba, região de grande importância sócio-econômica e ambiental, localizada no principal entorno geoeconômico do país, vem sendo considerada uma área catalisadora do desenvolvimento nacional e um dos pólos industriais e turísticos do Estado do Rio de Janeiro. Os hidrocarbonetos, compostos orgânicos onipresentes em sedimentos marinhos modernos foram estudados neste trabalho com o objetivo de verificar a origem, os níveis e sua distribuição nesta importante baía. Foram coletadas 25 amostras de sedimento superficial em locais de grande interesse da baía, como regiões de intenso tráfego de embarcações, próximos a marinas e portos, centros urbanos, áreas de manguezais e desembocaduras dos principais rios. Os sedimentos coletados foram divididos em 2 alíquotas, uma para as análises complementares (CHN e granulometria) e outra para a análise de hidrocarbonetos alifáticos e HPAs Totais. Antes da extração em soxhlet, foram adicionados os padrões subrogados de recuperação n-C16d, n-C24d e n-C30d. As amostras foram fracionadas numa coluna de vidro preenchida com sílica e alumina, além de sulfato de sódio e cobre. As amostras foram eluidas com hexano para o fracionamento da fração f1 (hidrocarbonetos alifáticos) e com uma solução de diclorometano e hexano (1:1) para a eluição da segunda fração (f2 – HPAs). As amostras foram então concentradas em evaporador rotativo a vácuo e reduzidas sob fluxo de nitrogênio. Para a determinação dos hidrocarbonetos alifáticos foi utilizado um CG-DIC e para os HPAs Totais um espectrofluorímetro.Os resultados obtidos demonstram que a Baía de Sepetiba recebe tanto o aporte de hidrocarbonetos de petróleo, como também de hidrocarbonetos biogênicos, caracterizando uma mistura de fontes. Através das concentrações dos HPAs e da MCNR, verifica-se que a Baía de Sepetiba está contaminada por compostos de petróleo, apresentando áreas mais ou menos impactadas. As áreas próximas ao Porto de Sepetiba e da desembocadura dos rios Guandu e São Francisco, principalmente, são as regiões mais afetadas por estes compostos, refletindo as atividades antrópicas desenvolvidas em seu entorno. As regiões do Canal de Itacuruça e do Saco da Coroa Grande, apesar de apresentarem indícios da poluição por petróleo, estão sendo mais influenciados por hidrocarbonetos biogênicos de plantas terrestres vasculares, observados principalmente na distribuição dos n-alcanos individuais e valores do Índice de Preferência de Carbono.
Abstract: The Sepetiba Bay, region of intense social-economic and environmental importance, located in the main geo-economic pool of the country, has been considered a catalyst area of the national development and one of the industrial and turistic poles of the State of Rio de Janeiro. The hydrocarbons, organic compounds ubiquitous in modern marine sediment were studied in this dissertation with the objective of verifying the origin, the levels and their distribution in this important bay. Therefore, 26 samples of superficial sediment were collected in sites of intense maritime traffic, near marinas and ports, urban centers, mangrove areas and river mouths. The collected samples of sediment were divided in two aliquot, one for complimentary analysis (CHN and grain size) the other for analysis of both aliphatic hydrocarbons and total PAHs. Before the extraction in soxhlet, recuperation standards n-C16, n-C24 and n-C30 were added. The samples were fractionated in a glass column filled with silica and alumina, as well as sodium sulfate and copper. The samples were eluties with hexane for the fractioning of fraction f1 (aliphatic hydrocarbons) and with a solution of dichloromethane and hexane for the elution of the second fraction (f2 – PAHs). The samples were then concentrated in vacuum rotational evaporator and reduced under nitrogen flow. For the determination of the aliphatic hydrocarbons a GC-FID was used and for the Total PAHs a spectrofluorescence. The results obtained showed that the Sepetiba Bay receives input both from petroleum hydrocarbons and biogenic hydrocarbons, characterizing a mixture of sources. Through the of the PAHs and UCM, it becomes noticeable that the Sepetiba Bay is contaminated by petroleum compounds, displaying areas of greater and lesser impact. The areas near the Port of Sepetiba and the mouths of the rivers Guandu and São Francisco, mainly, are the regions more affected by these compounds, reflecting anthropic activities developed in its around . The region of the Canal de Itacuruça and of the Saco da Coroa Grande, in spite of their display of compounds indicative of petroleum pollution, were dominated by biogenic hydrocarbons from vascular terrestrial plants, observed mainly in the distribution of the individual n-alkanes and CPI values.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/00000f/00000f0c.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843212
Aparece nas coleções:Hidrografia e Navegação: Coleção de Dissertações

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
00000f0c.pdf1,97 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.