Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843269
Título: Cadeia logística de medicamentos: integração da produção farmacêutica das Forças Armadas.
Orientador(es): Moreira, Artur Luiz Santana
Autor(es): Pinto Filho, Jayme Teixeira
Palavras-chave: Q6 - MEDICINA (DGPM-305)
Indústria farmacêutica
Medicamentos
Produção
Forças armadas
Data do documento: 2009
Editor: Escola de Guerra Naval
Descrição: A produção de medicamentos é uma atividade complexa, que se baseia em ciência e tecnologia; que demanda investimentos contínuos em pesquisa e desenvolvimento, para novos produtos; que movimenta, anualmente, bilhões de dólares, em todo o mundo; que apresenta uma cadeia logística global; e que, nos últimos anos, passou por mudanças decorrentes de novos paradigmas de qualidade e de mercado. A apresentação das principais características da indústria farmacêutica, em todo o mundo, é fundamental à compreensão das dificuldades e das possibilidades da produção pública de medicamentos, em particular, a executada pelas Forças Armadas Brasileiras, por intermédio de três laboratórios farmacêuticos militares, permitindo identificar o relevante papel desempenhado por esses laboratórios, como genuínas indústrias farmacêuticas, responsáveis pela produção de medicamentos para as próprias Forças e para órgãos das três esferas do governo, com destaque para os programas de medicamentos do Ministério da Saúde. Esses laboratórios são Organizações Militares complexas, executando tarefas típicas da iniciativa privada, porém integrando a administração pública direta; apresentando uma relevante importância estratégica, por conta da capacidade quantitativa e qualitativa da produção e pela capacitação técnica de seus recursos humanos; e, também, desempenhando as tradicionais tarefas das unidades militares, incluindo atividades logísticas. Nos últimos anos, devido às mudanças de paradigmas, foram realizadas modernizações nos parques fabris e instalações dos laboratórios militares, que os colocaram em excelentes condições técnicas. Contudo, não ocorreram mudanças, na mesma proporção, nas áreas gerenciais e produtivas, com a manutenção de antigos métodos e processos, que, associados às mudanças na política pública de aquisição de medicamentos, afetaram seus resultados. São apresentadas propostas, alinhadas aos princípios econômicos da indústria farmacêutica e às orientações logísticas do Ministério da Defesa, que visam reverter os resultados atuais, por meio de uma política de medicamentos para as Forças Armadas Brasileiras, que permita uma maior integração entre esses laboratórios, gerando economia de meios e otimização de recursos.
Abstract: The production of medicines is a complex activity, based on science and technology; it demands continuous investments in research and development for the creation of new products; annually, it moves billions of dollars around the world; it involves a global supply change; and, in recent years, this business has undergone changes due to new quality and market standards. Presenting the main features of of the pharmaceutical industry is a primordial step to understanding the obstacles and possibilities of public drug production, in particular the one performed by the Armed Forces, through its three military pharmaceutical laboratories, allonwing the recognition of the role performed by military laboratories, like genuine pharmaceutical industries, responsible for the production of drugs not only to the Forces, but also to governmental departments, with highlights to the Department of Health medication programs. These laboratories are complex Military Organizations, executing typical activities of private enterprises however integrated to direct public administration; presenting relevant strategic significance, especially because of the qualitative and quantitative capacity of their productions and for the technical ability of their human resources; all this not forgetting the traditional military functions they play. In recent years, due to new paradigms in the industry, improvements have been made to parks and manufacturing facilities of military laboratories, which are now in outstanding technical conditions. However, the fact that barely any changes have occurred in management and production areas and that, at the same time, public policy of acquisition of medicine has shifted, limits the outcome observed from the laboratories. Propositions here are made in conformance to the economic principles of the pharmaceutical industry and to the logistic guidelines of the Department of Defense, aiming to reverse the present situation with a drug policy to the Armed Forces that allows a greater integration of these military laboratories, with an economy of means and resource optimization.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br/vinculos/000009/0000094e.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843269
Aparece nas coleções:Saúde: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Cursos

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
0000094e.pdf417,73 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.