Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843434
Título: Escassez no meio da abundância: os impactos dos cenários de escassez de água para o Brasil
Orientador(es): Moura, José Augusto Abreu de
Autor(es): Dantas, Cineme
Palavras-chave: K - HIDROGRAFIA E NAVEGAÇÃO (DGPM-305)
Recursos hídricos - Brasil
Securitização
Água - Conflitos
Desenvolvimento de recursos hídricos - Brasil
Abastecimento de água - Brasil - Cooperação internacional
Data do documento: 2016
Editor: Escola de Guerra Naval (EGN)
Descrição: O Brasil é detentor da maior disponibilidade hídrica no globo, possuindo o recurso compartilhado com diversos países na América do Sul. O objetivo geral da pesquisa é analisar se os cenários de escassez de água visualizados no Brasil, até 2030, podem demandar ações de securitização pelo Estado brasileiro. Considerou-se como hipótese que os cenários estudados preveem situações que demandarão ações de securitização pelo Brasil. A metodologia emprega foia indutiva, com o procedimento para análise sendo o monográfico. Assim, serão examinados os cenários de escassez de água para a América do Sul e os possíveis fatores causais que podem desencadeá-los. O referencial teórico foia teoria de securitização. Tal como exposto pelos autores da Escola de Copenhague, a securitização das questões relativas à água pode ocorrer devido à politização das questões ambientais, em que a água é objeto e sua escassez pode constituir ameaça a uma determinada população. Os resultados encontrados nesta pesquisa indicam a necessidade da revisão de acordos, tratados e a ratificação dos mesmos pelo Brasil, no que tange ao correto uso da água compartilhada com os demais países da América do Sul. O tema poderá alcançar o nível de securitização, uma vez que os cenários de escassez de água apontam que a região da América do Sul, até então tida como pacífica, poderá vir a ter um aumento de tensões e até mesmo conflitos pelo uso, posse e domínio da água. Este trabalho pretende contribuir para as discussões no campo teórico dos estudos estratégicos de segurança, defesa e estratégia em torno do recurso natural água, bem como contribuir para o pensamento estratégico brasileiro. Esta dissertação é composta por sete capítulos, incluindo a introdução e conclusão. O segundo capítulo versa sobre a teoria da securitização, expondo sua relação com o tema desta pesquisa. O terceiro capítulo discorre sobre aspecto legal, acordos e tratados que o Brasil possui com países com águas limítrofes. O quarto capítulo analisa os cenários e relatórios sobre escassez de água, tendo como delimitação a América do Sul. No quinto capítulo foram realizadas entrevistas com especialistas de políticas hídricas, segurança ambiental e analista de segurança e defesa na América do Sul. No sexto capítulo serão apresentadas as análises e discussões dos resultados. Na conclusão são apresentados os resultados a fim de responder a problemática da pesquisa.
Abstract: Brazil is the holder of the largest water availability in the world, having the shared resource with several countries in South America. The overall objective of the research is to analyze whether the water shortage scenarios displayed in Brazil, until 2030, can demand securitize actions by the Brazilian State. It considered as hypothesis that the scenarios studied predict situations that will demand securitize actions by Brazil. The methodology employed is inductive; the procedurefor analysis is monograph. Thus, the water shortage scenarios wereexaminedto South America and the possible causal factors that can unleash them. The theoretical framework is the securitization theory, as exposed by the authors of the Copenhagen School, the securitization of water issues can occur due to the politicization of environmental issues, in which water is the object and its scarcity can pose a threat to any population. The results found in this study indicate the need for review of agreements, treaties and their ratification by Brazil, regarding the correct use of shared water with the other countries in South America. The theme will be able to achieve the level of securitization, since the water shortage scenarios indicate that the region of South America, until then regarded as peaceful, could have an increase of tensions and even conflicts over the use, possession and control of water. This work aims to contribute to the discussions in the theoretical field of strategic security studies; defense and strategy around the natural resource water, and contribute to the Brazilian strategic thinking. This dissertation consists of seven chapters, including the introduction and conclusion. The second chapter deals with the theory of securitization, exposing its relation with the theme of this research. The third chapter discusses legal aspect, agreements and treaties that Brazil has with countries neighboring waters. The fourth chapter analyzes the water scarcity scenarios and reports, with the delimitation of South America. In the fifth chapter, interviews were conducted with water policy experts, environmental security, and analyst of security and defense in South America. In the sixth chapter will present the analysis and discussion of the results. In conclusion, the results are presented in order to answer the problem of thisresearch.
URI: http://www.redebim.dphdm.mar.mil.br:8080/pergamumweb/vinculos/000015/00001551.pdf
http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/843434
Aparece nas coleções:Hidrografia e Navegação: Coleção de Dissertações

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
00001551.pdf1,84 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.