Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844397
Título: A Gestão de pessoas por competências: oficiais temporários da geração “Y” na Marinha do Brasil
Orientador(es): Souza, Antonio José Neves de
Autor(es): Melo, Heberth Araújo
Palavras-chave: P2 - GESTÃO DE PESSOAL MILITAR
Geração Y - militar
Data do documento: 2018
Editor: Excola de Guerra Naval (EGN)
Descrição: O propósito deste trabalho de pesquisa é eleger as razões que dificultam ou impedem identificar eventuais desempenhos insatisfatórios de Oficiais temporários e como agir preventivamente para evitar esta situação, utilizando como referencial teórico a Gestão de Pessoas por Competências. Para elaboração deste trabalho foi utilizada a técnica analítica, baseada no referencial teórico e nos fenômenos observados pelo autor. A pesquisa teve como suporte o estudo de casos ocorridos nas Organizações Militares do Comando do 3º Distrito Naval, no Relatório do Grupo Executivo do Programa de Gestão de Pessoal da Marinha do Brasil e em pesquisa documental. Foi realizada uma análise dos conceitos e fatos documentados e observados, e aplicada a técnica qualitativa para interpretação das análises. Foi constatado que 90,5% dos Oficiais temporários (RM2) da Marinha são integrantes da geração Y (millennials). Atualmente coexistem na MB três gerações: “Baby Boomers”, “X” e “Y”, o que provoca alguns “conflitos de gerações”. A decisão estratégica da Marinha de aumentar o número de Oficiais temporários gera uma tendência de mudança na cultura organizacional, que pode ameaçar de forma negativa aspectos de liderança ou mesmo de hierarquia e disciplina militares. As constatações evidenciam a necessidade de os militares mais antigos entenderem a cultura e refletirem os valores e crenças dessa geração Y, de adquirirem os conhecimentos necessários para um convívio salutar e desenvolverem habilidades para liderar e motivar esses RM2. Face a forte cultura organizacional da Marinha, será necessário um longo tempo para a consolidação das mudanças comportamentais requeridas. Não se trata do líder naval atender as vontades dos subordinados, mas entender o modo de pensar e agir desses jovens e, sobretudo, ser referência de exemplo. É oportuno modificar a forma como os valores expressos no Estatuto dos Militares são transmitidos aos millennials. Dessa forma, é conveniente a disseminação do abrangente repertório de conceitos da Gestão de Pessoas por Competências, principalmente aos Oficiais ocupantes dos cargos responsáveis pela gestão, distribuição e avaliação dos Oficiais temporários
Abstract: The aim of this research is to select the reasons that make it difficult or impossible to identify occasional unsatisfactory performances of temporary Officers and how to act preventively to avoid this situation, using as theoretical reference the Competency-Based Human Resource Management. To elaborate the thesis, the analytical technique was used based on theoretical reference and phenomena observed by the author. The research had as support the study of cases occurred in the Military Organizations of the 3rd Naval District Command, the Report of the Executive Group of the Personnel Management Program of the Brazilian Navy and documentary research. It was performed an analysis of the documented and observed concepts and facts, and the qualitative technique was applied for the interpretation of the analyses. It was found out that 90.5% of the temporary Officers (RM2) of the Navy are members of the Y generation (millennials). Nowadays, three generations coexist in the Brazilian Navy: "Baby Boomers", "X" and "Y", which causes some "generation conflicts". The Navy's strategic decision to increase the number of temporary Officers generates a trend of change in organizational culture that may negatively threaten aspects of leadership or even military hierarchy and discipline. The data highlight the need for older military personnel to understand the culture and reflect the values and beliefs of this Y generation, to gain the necessary knowledge for a harmonious coexistence, and to develop skills to lead and motivate these RM2. Due to the strong organizational culture of the Navy, it will take a long time to consolidate the required behavioral changes. It is not a matter of the naval leader to attend to the will of the subordinates, but to understand how they think and act, above all, to be an example reference. It is necessary to change the way in which the values expressed in the Military Statute are transmitted to the millennials. As a result, it is convenient to disseminate this comprehensive repertoire of Competency-Based Human Resource Management concepts, especially to Officers occupying the positions responsible for the management, distribution and evaluation of temporary Officers
URI: http://repositorio.mar.mil.br/handle/ripcmb/844397
Aparece nas coleções:Estudos Militares: Coleção de Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
HEBERTH.pdf1,33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.